O plicoma anal é uma espécie de protuberância ou excesso de pele localizada na parte externa do ânus. O problema é benigno e inicialmente  não provoca dor, sangramento ou nenhum outro sintoma.

Mas devido ao atrito e dificuldade de higienização da região, pode levar à inflamação ou infecção e com isso o aparecimento de coceira, inchaço e dor.

Normalmente, o plicoma surge quando a região anal sofre uma inflamação ou trauma, causado por pós-operatórios na região, sexo anal, esforço por fezes ressecadas, fissura, hemorroidas ou outras doenças anais.

Ela ocorre quando após a cicatrização da inflamação ou trauma, o local desincha e a pele não volta ao normal, o ânus fica com sobra de pele.

Tratamento

Os plicomas anais podem ter vários tamanhos, desde milímetros até poucos centímetros. Dependendo de seu tamanho, pode causar maior incômodo e prejuízo à higiene, sendo indicada a remoção cirúrgica.

A cirurgia é de pequeno porte e é feita na maioria das vezes com anestesia local, de forma rápida, e sem necessidade de preparo intestinal. Retira-se o excesso de pele, com cauterização do leito, podendo-se ou não dar pontos de sutura após.

Se além do plicoma a pessoa apresentar alterações na mucosa, como verrugas ou suspeita de tumoração é preciso remoção cirúrgica e com análise do material recolhido.

Prevenção

Apesar de ser um problema multifatorial, cuidados com a saúde intestinal ajudam a evitar os plicomas anais. Procure:

  •     Beber bastante líquido, por volta de 2 litros ou mais;
  •     Possuir alimentação rica em fibras;
  •     Mastigar bem os alimentos;
  •     Não ficar sentado no vaso sanitário por muito tempo;
  •     Fazer higiene com água, eventualmente com lenços umedecidos, e evitando ao máximo a exclusividade do papel higiênico.

Se você perceber uma saliência na região anal, procure um médico coloproctologista para avaliação médica.

Gostou desse conteúdo? Suas dúvidas foram respondidas? Não esqueça de deixar um comentário!

Para mais informações, siga o meu perfil no Instagram: @dracamilacoloproctologista

 

 

Sobre o(a) autor(a): Dra. Camila Medeiros

Dra. Camilla Medeiros é médica coloproctologista em Natal/RN com especialização em Saúde Intestinal e Câncer de Cólon.

Artigos relacionados

Voltar para artigos