Hemorroidas e fissuras anais são doenças bem comuns. Você sabe diferenciá-las?

Os dois quadros de saúde podem ser facilmente confundidos por possuírem sintomas semelhantes, geralmente decorrentes da má alimentação, do sedentarismo e de maus hábitos na hora de ir ao banheiro.

Ambas são doenças tratáveis e benignas, ou seja, não apresentam riscos de levar o paciente a desenvolver nenhum tipo de câncer, nem colocam sua vida em risco. Mas é importante diferenciá-las para que o tratamento seja adequado, pois a administração do remédio errado pode piorar a situação.

Vamos então aprender sobre cada uma dessas patologias para saber fazer a distinção.

O que são hemorroidas?

A doença hemorroidária, popularmente conhecida como hemorroida, são veias ao redor do ânus ou do reto que se inflamam ou dilatam.

Esse processo inflamatório provoca dor, sangramento nas fezes e inchaço na região, podendo também em alguns casos causar coceiras.

As hemorroidas podem ser externas ou internas. Quando externas, assemelham-se às varizes e são visíveis na borda do ânus. Quando internas, localizam-se acima do esfíncter anal e causam sintomas mais agudos.

A causa mais comum desta doença está ligada ao esforço na hora de evacuar, muitas vezes associado a: prisão de ventre ou diarreia crônica, falta de fibras e de hidratação adequada na alimentação, ausência de atividades físicas e permanecer sentado no vaso sanitário por muito tempo, como lendo ou usando aparelhos eletrônicos.

 

O que são fissuras anais?

A fissura anal é a caracterizada por uma ferida ou rachadura na borda do ânus, que aparece em decorrência de trauma local.

Os sintomas podem se apresentar em quadros agudos (pontuais) ou crônicos (constantes) e, geralmente, consistem em dor e sangramento durante e após evacuação, além de irritação e coceira anal.

As causas mais comuns da doença são: dificuldade para evacuar por prisão de ventre ou fezes grandes e endurecidas, diarreia crônica, sexo anal e doença de Crohn.

A melhor forma de evitar esta doença é se hidratar bem, investir em uma alimentação equilibrada e rica em fibras e apostar na atividade física regular, essas três ações ajudam a regular o intestino, facilitando a evacuação

 

Procure um médico para o diagnóstico preciso

Independentemente se o quadro se tratar de uma hemorroida ou fissura anal, o ideal é procurar um médico para que ele possa determinar a causa dos seus sintomas e, assim, indicar o tratamento mais adequado para o seu caso.

 

Gostou desse conteúdo? Sua pergunta foi respondida? Se você ficou com alguma dúvida relacionada ao assunto, deixe um comentário logo abaixo ou entre em contato! 

Aproveite para se inscrever na newsletter para receber todos os posts, artigos e notícias! Tenho certeza que teremos muitas informações úteis por aqui. Basta colocar seu nome e o seu melhor e-mail! 

 

Sobre o(a) autor(a): Dra. Camila Medeiros

Dra. Camila Medeiros
Dra. Camilla Medeiros é médica coloproctologista em Natal/RN com especialização em Saúde Intestinal e Câncer de Cólon.

Artigos relacionados

Voltar para artigos